Degustação de Vinhos Indianos

À DESCOBERTA DA INDIA

A ABS – Associação Brasileira de Sommeliers promoveu o conhecimento e consumo do vinho indiano.

Durante este curto período de atividade, tivemos a sorte de entrar em contato com viticultores, enólogos, sommeliers, operadores no setor e consumidores, todos compartilhando a mesma paixão e nos tornamos convencidos de que, graças a todos aqueles que o amam, o vinho pode ter diante de si um futuro longo e bem sucedido.

Com a colaboração dos consulados e câmaras de comércio nunca pensamos que poderíamos degustar os surpreendentes vinhos da Índia. O interesse dos indianos no vinho é sempre maior.

Atualmente, o mercado de consumo de vinho na Índia ainda está em números aparentemente insignificantes: estima-se em cerca de 3.500.000 garrafas por ano. Mas se superarmos o quadro atual e observarmos a tendência, verificamos que a taxa de crescimento do mercado indiano de vinhos é vertiginosa e é arrastada por um perfil de consumidores bem definido: jovens e mulheres.

Hoje a produção de vinho no mundo já não ocorre apenas nos países europeus tradicionais, Itália, França e Alemanha, mas também no Chile, nos Estados Unidos (Califórnia e Oregon), África do Sul, Austrália, Nova Zelândia e China. É frequentemente descoberto que os países do Velho Mundo exportam ‘brotos de videiras autóctones’. Só para dar um exemplo: seguramente será possível produzir com método italiano, um Prosecco ou um Pinot também em outros países do mundo seguindo os mesmos métodos e protocolos desenvolvidos na Itália. E se nós seguirmos essa linha de pensamento, a competição será somente e exclusivamente no mix preço-volume. Se em vez, move-se o ângulo visual sobre o mix “vinho – territórios – gastronomia – arte e cultura”, então nós podemos entender bem que cada tipo de vinho produzido em um país é único porque única é a beleza daquele país.